O Município

ESCOLHA O ÁLBUM

  1. ARQUIVOS HISTÓRICOS
  2. QUADROS DE ARTISTAS LOCAIS
  3. PRÉDIOS E PAISAGENS

HISTÓRICO

O Município de Escada-Pernambuco Aldeamento inicial Em época remota e não precisa estabeleceu-se uma aldeia de índios das tribos mariquitos, potiguares e tabajares, no território da atual cidade. Após a expulsão dos holandeses, os sucessivos governadores da capitania trataram de restaurar sua economia. A expansão da agricultura, especialmente a canavieira, ia, pouco a pouco, incorporando as aldeias nativas existentes, muito especialmente aliado ao trabalho de catequese desenvolvido pelos missionários oriundos de Portugal. À congregação dos padres de S. Felipe Néri, na Igreja da Madre de Deus, no Recife, coube a catequese dessa aldeia.

É de 3 de julho de 1685 a carta que o então governador da província, João de Cunha Souto maior, escreveu ao sargento-mor, comandante da aldeia, “determinando-lhe que fizesse os índios abandonarem o mato para se recolherem aos ranchos e casas da aldeia, continuassem com as obras da Igreja e cuidassem da lavoura; ao mesmo tempo o Governador dava várias instruções sobre o bom regime moral e vida cristão dos índios”. Daí se depreende que a igrejajá estava em construção e que já haviam sido construídas casas na aldeia, o que demonstra o início de um aglomerado composto de silvícolas.

Origem do nome Escada

Diz a tradição que o missionário encarregado da catequese dos índios daquela aldeia erigiu, no morro onde hoje se encontra a atual matriz, um nicho dedicado a Nossa Senhora d’Apresentação, “invocação preferida por elle, entre as demais que a Virgem tem”. Por estar erigido no alto da colina foi escavada na encosta de barro uma escada para facilitar o acesso ao local. Ao nome de Nossa Senhora da Apresentação teria sido acrescentada a designação do ipojuca e, posteriormente, a da Escada, ficando a denominação da aldeia conhecida como de Nossa Senhora da Apresentação do Ipojuca da Escada. É bastante compreensível que no linguajar do povo, essa denominação tenha sido reduzida para Nossa Senhora da Escada, chegando até nossos dias pela da Escada.

Apesar de a invocação à padroeira ter sido a da apresentação, conforme dito anteriormente, constata-se que a “invocação” a Escada foi mais forte; tanto é, que a imagem da padroeira, na igreja matriz, sustenta em uma das mãos uma pequena escada, como para interpretar a “invocação” criada pela tradição popular.

Resumo histórico de Escada

As origens históricas do rico florescente município da Escada, remotendo-se a um aldeia de índios das tribos Meriquitos. Potiguares e Tabaiares, fundada em época muito remota, porém existentes em 1685, com a denominação de Aldeia de Nossa Senhora da Escada de Ipojuca. O Governador da província de Pernambuco, João da Costa Souto Maior, escreveu uma carta ao sargento-mor, comandante da Aldeia, determinado-lhe que fizesse os índios abandonarem o mato para se recolherem aos ranchos de Aldeia, continuassem com as obras da igreja e cuidassem da lavoura, ao mesmo tempo o Governador dava várias instruções sobre o bom regime moral e vida cristã dos índios. Situada a Aldeia à margem esquerda do rio Ipojuca, na distância de 10 léguas da praça do Recife e incumbia aos padres da Madre de Deus a direção espiritual dos índios, reza a tradição, que erigiram logo aqueles padres um oratório no alto da colina ao redor da qual estendia-se o aldeiamento, para cuja subida executaram uma escala de degraus cavados na argila e que desta circunstância vem a denominação de Nossa Senhora da Escada dada à Padroeira do Oratório, apesar de ter ela a inovação de Nossa Senhora da Apresentação. Em 1757, segundo relata Sebastião Galvão, tendo em vista documentos vários, observa-se que a Aldeia já era Povoação. Aumentando dia a dia a população vários. Aumentando dia a dia a população do povoado, não apenas de índios, mas de colonos que, para ali acorriam em busca de amanho de terras tão férteis.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Escada, por Carta Régia de 27-04-1786 e por lei municipal de 06-03-1893, subordinado ao município de Cabo. Elevado à condição de vila com a denominação de Escada, pela lei provincial nº 326, de 19-04-1854, desmembrado de Cabo. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-10-1854. Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação Escada, pela lei provincial nº 1093, de 24-05-1873. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 2 distritos: Escada e Frecheiras.

SÍMBOLOS (Fonte: Wikipédia)

Hino do MunicípioBrasão do MunicípioBandeira do Município

FONTES:

1 Fundação de Informações para o Desenvolvimento de Pernambuco – FIDEPE. Escada. Recife, 1982. 66p. (Monografias Municipais, 9). Biblioteca Pública Estadual Presidente Castello Branco (Recife-PE) 2 http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/pernambuco/escada.pdf ——————————————————————————– Algumas histórias de nossa terra (A Contestação por Frei Caneca e Tobias Barreto) http://www2.interlegis.gov.br/interlegis/processo_legislativo/20050124115411/20050216163048/view?page=histri17cn.htm&portal_skin=Printable; (Ezequias Bezerra da Rocha é morto em Escada) http://www.torturanuncamais.org.br/mtnm_mor/mor_desaparecidos/mor_ezequias_rocha.htm

Anúncios

7 pensamentos sobre “O Município

  1. Estoy muy feliz de saber que Escada esta ahora en la pista y con una nueva esperanza de días mejores, creo en el potencial de esta amada ciudad, y les deseo a todos escadenses una buena semana, y que esta nueva administración cumpla con las expectativas de todos …
    Un fuerte abrazo a todos (as)
    Marcos Valério

  2. Wow, fantastic blog layout! How long have you been blogging for? you make blogging look easy. The overall look of your website is wonderful, as well as the content!. Thanks For Your article about O Município | Blogescada.com .

  3. Estamos mais uma vez envergonhado com atitude do atual administrador da Cidade de Escada que no útilmo dia 303\2012 quando efetuou o pagamentos dos professores que são contratados para fazer uma coisa maravilhosa que ensianar as crianças da nossa cidade, ai vem esse cidadão vem pagar esse salário de misséria de R$ – 500,00,aos professores contratados isso é uma vergonha vamos dar o troco no dia 03\10\12,vamos fazer valer o direito de acabar com estes desmandos.

  4. Wow, awesome blog layout! How long have you been blogging for? you make blogging look easy. The overall look of your website is fantastic, let alone the content!. Thanks For Your article about O Município | Blogescada.com .

  5. I won’t be able to thank you enough for the posts on your website. I know you’d put a lot of time and energy into them and really hope you know how much I appreciate it. I hope I am able to do the identical thing for someone else sometime.

  6. Gostaria de registrar o meu repúdio com relação a atitude do Sr. Prefeito Jandelson Gouveia com relação ao aumento de salário dos professorese readaptados. Tenho vínculo com a rede estadual e o tratamento é totalmente diferente. Sabemos que temos os mesmos direitos dos professores que estão em sala de aula. Gostaria que esta atitude fosse revista por ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s