Senador cassado continua recebendo

Por André Luís

O ex-senador Demóstenes Torres, cassado em julho deste ano por suspeita de envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, está em férias forçadas do MP-GO (Ministério Público de Goiás) há dois meses. Ele foi afastado do cargo de procurador da Justiça em outubro, continua recebendo o salário de R$ 25.753 e não deve voltar ao trabalho antes de fevereiro de 2013.

Esse valor é suficiente para comprar um carro popular por mês. Ainda que volte a trabalhar em fevereiro, Demóstenes ficará quatro meses sem trabalhar, mas com o salário pingando na conta todo fim de mês. No final, serão embolsados R$ 103 mil.

A Corregedoria do MP-GO determinou que Demóstenes ficasse longe da  funções até que fosse concluído o processo que investiga se a conduta dele, revelada pela Operação Monte Carlo, da PF (Polícia Federal), violou os princípios funcionais do cargo de procurador da Justiça. No entanto, as investigações estão paradas.

Anúncios

Um pensamento sobre “Senador cassado continua recebendo

  1. SE ELE FOI CASSADO,ELES LÁ DE BRASÍLIA DO MENSALÃO DEVERIAM SER DA MESMA FORMA, E O PAÍS ESQUECER OS ESCANDALOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s