Geraldo Vandré: um compositor descrente e exilado em seu próprio país

vandre_1 (200x144)Por Edmundo Fernandes

Com 75 anos de idade e levando uma vida solitária, o cantor e compositor brasileiro, Geraldo Vandré, durante entrevista a Globo News (2011), revela um lado avesso àquele que milhões de brasileiros pensavam entender durante os anos da ditadura militar e dos festivais da música popular dos anos 70.

vandre_2 (200x142)Na maioria do tempo cabisbaixo e vestindo uma camiseta com símbolo da aeronáutica, Vandré citou frases que expõem, friamente, alguém descrente com a arte, com o Brasil e que, de certa forma, vive em função do que viveu há 40 anos.

 

vandre_3 (200x142)Avalie algumas das frases do compositor. “Arte é cultura inútil”; “Consegui ser mais inútil do que qualquer artista: sou advogado num tempo sem lei. Quer coisa mais inútil do que isso?”;

“Protesto é coisa de quem não tem poder”; “Eu estou praticamente distante de tudo o que se faz no Brasil”; “O processo de massificação destruiu praticamente a ‘urb’ brasileira”. Em certo momento ele recitou um verso de Gonçalves Dias:

“Não chores, meu filho;
Não chores, que a vida
É luta renhida:
Viver é lutar.
A vida é combate,
Que os fracos abate,
Que os fortes, os bravos
Só pode exaltar!”

Perguntado sobre a música na volta do exílio, ele citou o Movimento Armorial. Segundo ele, “uma sonoridade muito condensada… Aquela sonoridade é uma coisa muito importante. Não me lembro de outra coisa que tenha ido além daquilo”.

Pra nossa tristeza, essa é a postura do autor de “Caminhando” ou “Pra não dizer que não falei de flores” que, para milhões, foi um hino em busca de liberdade. Confira a entrevista completa.

Anúncios

Um pensamento sobre “Geraldo Vandré: um compositor descrente e exilado em seu próprio país

  1. Os versos citados acima, não parece ser do compositor VANDRE. Sua cara de de DERROTADO E DESCRENTE , EM UM PAIS, QUE ELE TANTO EXALTOU SE ARRISCANDO, COMO TANTO OUTROS COMPOSITORES BRASILEIROS.(EPOCA DA DITADURA MILITAR) Que pena que em seus 75 anos , o mesmo mantem a MESMA DESCRENÇA NO PAÍS.Mas para o HOMEM QUE COMPÓS A DISPARADA (Prepare o seu coração pras coisas que vou contar eu venho lá do sertão eu venho lá do sertão e (posso NÃO LHE AGRADAR), Com isso ELE mostrava que no sertão quando se dizia a verdade sobre o mesmo e suas mazelas, não agradava a muitos PODEROSOS.Sou um admirador da genialidade de VANDRE, GOSTARIA MUITO QUE O MESMO CONTINUASSE ALTIVO E FORTE MESMO DIANTE DO PAÍS QUE, ELE JULGA O MESMO DE SUA EPOCA DE JOVEM. MAS COMO CONTEMPORANEO DO VANDRÉ AINDA SONHO COM UM BRASIL FORTE, COM LEIS, SEM CORRUPÇÃO POLÍTICA E EMPRESARIAL E, QUE O LEMA DE SUA BANDEIRA (ORDEM E PROGRESSO) SEJA DE FATO PARA TODOS OS BRASILEIROS E DE TODAS AS IDADES.LEVANTE A CABEÇA GERALDO VANDRÉ VOCÊ FOI E E SEMPRE SERÁ UM GRANDE GÊNIO DA NOSSA CULTURA MUSICAL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s