Reginaldo Rufino e Tarcísio Augusto tomam posse na Academia Escadense de Letras

166007_241361459310087_100003087045088_442022_1053655872_nForam diplomados ontem (24 de maio de 2012) como novos imortais da Academia Escadense de Letras os ilustres Tarcísio Augusto e Reginaldo Rufino. A solenidade de posse aconteceu na Câmara Municipal da Escada em uma cerimônia dinâmica seguida de um belíssimo coquetel.

Reginaldo Rufino é psicanalista, professor, Diretor Presidente da Associação Brasileira de Estudos Psicanalíticos do Estado de Pernambuco – ABEPE, além de membro diretor de outras entidades da classe. Possui publicações em livros, jornais e revistas.

Tarcísio Augusto é sociólogo, escritor e professor, atua na Universidade Federal Rural de Pernambuco, possui diversas publicações em livros, revistas cientificas, congressos nacionais e internacionais. 

Fonte: http://adriano-sales.blogspot.com.br/

Anúncios

11 pensamentos sobre “Reginaldo Rufino e Tarcísio Augusto tomam posse na Academia Escadense de Letras

  1. BRASIL UM PAÍS DEMOCRÁTICO !!!!

    é isso ai gente, vamos execer a democracia com a liberdade de quem vive em um país livre.
    Parabéns a todos que fazem parte de toda essa réplicas e tréplicas…
    beijos no coração de todos.

  2. Jamais pretendia ofender alguém de Escada, mas diante dos acontecimentos tenho que externar minha opinião: Essa Academia de Letras Não sei da Onde foi criada por pessoas ligadas ao Prefeito Jandelson Gouveia e toda sua família. Todos sabem que no começo só entrou nela quem Jandelson autorizava. Estou falando alguma mentira? Quem era da oposição, quem não concordava com os mal feitos de Jandelson não era aprovado para Academia! É mentira?

    Porém, lá existe alguns escadenses ilustre que merecem nosso respeito e nossa consideração, a exemplo do Professor Severino Lins, o Professor Tarcísio Augusto e o Dr. Reginaldo Rufino. No comentário do tal do Paulinho, o mesmo estava se referindo a um tal de Professor Adholfo, que não é de Escada e que escreveu o livro “Jandelson: um homem abençoado” e ganhou como prêmio uma secretaria na Prefeitura. Paulinho não teve a coragem de falar o nome. Eu tenho.

    Mariinha Leão, que confesso merecer participar de uma Academia de Letras de Escada, foi quem arquitetou tudo e saiu escolhendo pessoas que Jandelson aprovava. Verdade!

    Adriano Sales que me desculpe. Tinha um blog na internet e vivia criticando o Prefeito Jandelson. Depois que entrou na Academia, vivi elogiando o prefeito e o seu governo. É mentira gente?

    Valdeci Leocadio, meu amigo Dedo também era oposição a Jandelson. Tomou assento na academia e virou Jandelson de carteirinha. É mentira?

    Depois opino nos demais…

    Para finalizar minha opinião proponho que depois que Jandelson for embora com sua tropa de mal feitores se faça uma verdadeira Academia Escadense de Letras. Sem perseguir ninguém e sem misturar com politica.

    Infelizmente, essa é minha opinião e de muita gente que ama Escada, apesar de não agradar a muitos.

  3. É companheiro… como diria Matin Luther King
    “Para criar inimigos não é necessário declarar guerra, basta dizer o que pensa”
    Os críticos não constroem, os feitores dão sua contribuição.
    Todos da Academia Escadense de Letras estão de parabéns.

  4. Bom dia meus queridos amigos e cidadãos escadenses

    Em primeiro lugar gostaria de agradecer a todos pela presença na festa do 2º Aniversário da Academia Escadense de Letras, sem vocês a festa não teria tanto brilho como teve.
    Acredito-me que tem muita gente ansiosa para ver uma réplica (de algum acadêmico da AELE) sobre os comentários a cima citados… mas seguimos os conselhos de “Tobias, vulto de outrora”.
    Escada vem passando por uma fase de desenvolvimento contínuo, o governo do Estado juntamente com os programas do governo federal muito tem feito pela nossa região, hoje temos uma BR duplicada; toda iluminada nos perímetros urbanos, quer queira, quer não… as industrias instalada no nosso distrito industrial geram renda para o município (não importa a quantidade) mas estão ali, pais e mães de família trabalhando para o seu sustento.
    O crescimento econômico está ai sim, e porque não crescer culturalmente? Nossa cidade é um berço de artistas de todos os seguimentos, sem houve a necessidade de se ter entidades que reunissem e promovessem a cultura de qualquer forma.
    Lembro-me que na década de 80 e 90 surgiram algumas entidades culturais que se dissolveram por causa de “picuinhas” políticas, pessoas de jamais tiveram compromisso com a educação cultural fizeram desaparecer a coragem e energias dessas entidades pelo simples ORGULHO, ARROGÂNCIA e EGOCENTRISMO de e ter o poder político nas mãos mesmo não estando na “situação”.
    Adorei esse breve debate aqui neste espaço, pois vivemos em um país democrático onde a liberdade de expressão é válida e garantida, não preciso ser um especialista em jurisprudência para entender meus direitos de cidadão como também meus deveres. O que me entristece é saber que pessoas tão inteligentes usam palavras tão sem mérito para se expressar a respeito de um grupo de intelectuais.
    Escolhemo-nos entre si não pela posição social; não pelo lado político; não pelo que se trabalha nem pelas suas atribuições… mas sim por suas contribuições para a Educação e Cultura de Escada, por isso temos PROFESSORES; CIENTISTAS; POETAS todos escritores que contribuíram e contribuem com sua parcela de ajuda para a disseminação da cultura, independente de classe política. Assim é em qualquer entidade de intelectuais de letras, seja em nível de Cidade, de Estado ou de País. São homens e mulheres que merecem respeito quanto cidadão, quanto acadêmicos guardiões das letras.

    “Lutar com PALAVRAS é vencer o vencedor”

  5. procura teu lugar menino,você não sabe o que diz fala boubagem.paulinho boubinho,tu toma mingau ou usa fraudas?

  6. Parabéns Tarcísio Augusto e Reginaldo Rufino. Vocês são de verdade! É uma pena saber que pessoas ignorantes, sem cultura e sem hostória de serviços reais e benéficos aos escadenses participam desta academia apenas por escreverem livros que não contribuem em nada e o que é pior, livros falsos e mentirosos que servirão apenas para massagear o ego de patrões ditadores. Livros que não expressam sentimentos sadios, que não transmitem conhecimento, que não contam a nossa verdeira história e que servem apenas de vitrine para a ignorância, incompentência e ostentação destes autores que serão imortalizados por sua ridicularidade em não ter vergonha de se declarar tudo isso, um babão lutando por sua sobravivência! Será que o coronel também os obriga a escreverem livros falando bem “dele” pensando em usá-los como atenuantes em futuros julgamentos?

    Eu não me espantarei se um dia Jandelson também for indicado para academia… Ele não recebeu o título de cidadão escadense! Graças a gananciosa … (que apresentou o projeto) que foi passada para trás pelo próprio. Será que ela ainda o acha um cidadão escadense?

    Parabéns Tarcísio Augusto e Reginaldo Rufino, pois vocês realmente merecem! São intelectuais de verdade!

    • Nossa, Paulinho! Assim vc ofende todos da Academia… Procure ter compaixão e não julgue ninguem assim…
      Na última solenidade eu sai feliz. Acho que o grupo é muito forte e bem corajoso. Objetivando o bem da coletividade Merecem apoio e parabéns!

    • Concordo com a opinião do cidadão que se intitula paulinho. Aliás, acho que a Academia deveria mudar de nome e se chamar ACADEMIA CIRCENSE DE LETRAS. Mas é claro que não podemos generalizar, pois existem intelectuais sérios alí como Mariinha Leão, e agora dois nomes de peso, Tarcísio Augusto e Reginaldo Rufino. Esses sim, merecem o título.

    • Bom dia meus queridos amigos e cidadãos escadenses

      Em primeiro lugar gostaria de agradecer a todos pela presença na festa do 2º Aniversário da Academia Escadense de Letras, sem vocês a festa não teria tanto brilho como teve.
      Acredito-me que tem muita gente ansiosa para ver uma réplica (de algum acadêmico da AELE) sobre os comentários a cima citados… mas seguimos os conselhos de “Tobias, vulto de outrora”.
      Escada vem passando por uma fase de desenvolvimento contínuo, o governo do Estado juntamente com os programas do governo federal muito tem feito pela nossa região, hoje temos uma BR duplicada; toda iluminada nos perímetros urbanos, quer queira, quer não… as industrias instalada no nosso distrito industrial geram renda para o município (não importa a quantidade) mas estão ali, pais e mães de família trabalhando para o seu sustento.
      O crescimento econômico está ai sim, e porque não crescer culturalmente? Nossa cidade é um berço de artistas de todos os seguimentos, sem houve a necessidade de se ter entidades que reunissem e promovessem a cultura de qualquer forma.
      Lembro-me que na década de 80 e 90 surgiram algumas entidades culturais que se dissolveram por causa de “picuinhas” políticas, pessoas de jamais tiveram compromisso com a educação cultural fizeram desaparecer a coragem e energias dessas entidades pelo simples ORGULHO, ARROGÂNCIA e EGOCENTRISMO de e ter o poder político nas mãos mesmo não estando na “situação”.
      Adorei esse breve debate aqui neste espaço, pois vivemos em um país democrático onde a liberdade de expressão é válida e garantida, não preciso ser um especialista em jurisprudência para entender meus direitos de cidadão como também meus deveres. O que me entristece é saber que pessoas tão inteligentes usam palavras tão sem mérito para se expressar a respeito de um grupo de intelectuais.
      Escolhemo-nos entre si não pela posição social; não pelo lado político; não pelo que se trabalha nem pelas suas atribuições… mas sim por suas contribuições para a Educação e Cultura de Escada, por isso temos PROFESSORES; CIENTISTAS; POETAS todos escritores que contribuíram e contribuem com sua parcela de ajuda para a disseminação da cultura, independente de classe política. Assim é em qualquer entidade de intelectuais de letras, seja em nível de Cidade, de Estado ou de País. São homens e mulheres que merecem respeito quanto cidadão, quanto acadêmicos guardiões das letras.

      “Lutar com PALAVRAS é vencer o vencedor”

      É companheiro… como diria Matin Luther King
      “Para criar inimigos não é necessário declarar guerra, basta dizer o que pensa”
      Os críticos não constroem, os feitores dão sua contribuição.
      Todos da Academia Escadense de Letras estão de parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s