Escada prestou suas últimas homenagens a Eduardo Campos

imageUma caravana com 10 ônibus saiu de Escada e seguiu ontem (17) para a capital pernambucana para participar do velório e enterro do ex-governador Eduardo Campos.

Assim como seu avô Miguel Arraes, Eduardo tinha uma ligação histórica com o município, onde fazia questão de sempre visitar nas andanças pelo interior e conversar com correligionários, como o prefeito Lucrécio Gomes, o ex-vice-prefeito Amaro Ferraz, o ex-secretário do PSB, Pedro Jorge Lacerda e o ex-vereador Ademar Ribeiro.

A caravana foi organizada pelo prefeito Lucrécio e seus correligionários, saindo da cidade ao meio dia. Faixas e cartazes dos escadenses foram destaque na impressa nacional (veja em anexo).

Foto: Internet

Prefeito de Escada decreta LUTO OFICIAL por três dias

image

O prefeito do município de Escada, Lucrécio Gomes, publicou decreto nº 016/2014 estabelecendo LUTO OFICIAL de três dias em todo o território do município de Escada a partir do dia 14 de agosto de 2014 (hoje), em sinal de profundo pesar pelo passamento do Ex-governador Eduardo Henrique Accioly Campos.

No documento o prefeito considera os inestimáveis serviços prestados ao Município de Escada e ao Estado de Pernambuco, tendo exercido por duas vezes o cargos de Governador. Considerou também o consternamento geral do povo pernambucano, e o sentimento de solidariedade, dor e saudade que emerge pela perda de um cidadão exemplar, respeitável líder político, chefe de família honrado, de ilibado espírito público.

ASCOM/PME

TCE julga irregular auditoria na folha da Prefeitura de Escada na gestão de Jandelson Gouveia

imageA Primeira Câmara do Tribunal de Contas, por unanimidade, julgou irregular, na última quinta-feira (24), um processo referente a uma auditoria especial realizada na Prefeitura Municipal de Escada (Mata Sul), a fim de identificar indícios de irregularidades na folha de pagamento da Prefeitura e demais unidades gestoras da administração municipal, referente ao período compreendido entre janeiro de 2009 e maio de 2010, o interessado é o ex-prefeito Jandelson Gouveia da Silva.

De acordo com o voto do relator do processo TC nº1104931-5, conselheiro João Campos, o relatório técnico de auditoria apontou uma série de irregularidades como pagamento a pessoas domiciliadas em outros Estados, servidores com acumulação de cargos, funções, empregos, e aposentadorias, servidor com remuneração inferior ao salário mínimo; admissão de seis servidores durante o período vedado pela legislação eleitoral, entre outras.

O relator determinou ao atual gestor da Prefeitura Municipal de Escada, ou quem vier a sucedê-lo, a proceder à instauração de Tomada de Contas Especial, para fins de identificação dos domicílios dos servidores relacionados pela auditoria, além de comprovação do efetivo exercício das funções, a assiduidade dos referidos servidores e do cumprimento da carga horária de trabalho, e, caso verificada a irregularidade, adotar providências indicadas no relatório de auditoria. Também foi estabelecido que o gestor instaure Processo Administrativo Disciplinar, com vistas à apurar os indícios de acumulação indevida de cargos públicos.

A Coordenadoria de Controle Externo do TCE acompanhará o cumprimento da presente decisão, e enviará cópia do inteiro teor desta deliberação ao Ministério Público de Contas, para as providências que entender cabíveis.

Com informações do Tribunal de Contas de Pernambuco e AVT.